Apoios Financeiros 2021-2027 (em construção)

Conheça o novo Quadro Financeiro Plurianual para o período de 2021-2027.

Negócio fechado. Crescimento da empresa; crescimento económico; prática da negociação; empresário; oportunidades de financiamento.

Destaques:

Conheça as potenciais missões do Horizonte Europa
AD&Coesão | 2 julho 2020
Plano de Investimento para a Europa supera a meta de 500 mil milhões de euros antes do tempo
Comissão Europeia | 2 julho 2020
Orçamento da UE com vista à recuperação aumenta fundos para uma Europa mais forte no mundo
Comissão Europeia PT | 2 junho 2020
Orçamento da UE com vista à recuperação: rescEU — dotar a UE dos instrumentos de resposta direta a situações de crise
Comissão Europeia PT | 2 junho 2020


A cada sete anos, a União Europeia decide sobre o seu futuro orçamento de longo prazo, o chamado “Quadro Financeiro Plurianual” (QFP). O próximo orçamento deste tipo, cuja execução terá início, em principio, em 1 de janeiro de 2021, será o primeiro da União com 27 Estados-Membros e coincidirá com o semestre da Presidência Portuguesa do Conselho da União (PPUE21).

Houve, até agora, cinco Quadros Financeiros Plurianuais. O atual (2014‐2020) corresponde à primeira geração de quadros financeiros que, em resultado do Tratado de Lisboa, passou a ato juridicamente vinculativo. Até então existiam apenas Acordos Interinstitucionais.

O atual QFP está a chegar ao fim, estando as Instituições da UE e os  Estados‐Membros já  a preparar o novo Quadro para o próximo período de sete anos. O seu processo de elaboração começa com a apresentação de uma proposta da Comissão Europeia que estabelece o regulamento do QFP, incluindo um quadro com a repartição das dotações por rubricas temáticas e anos, para todo o período, cuja aprovação pelo Conselho de Ministros é decidida por unanimidade, após aprovação do Parlamento Europeu. Em paralelo é negociada uma nova geração de programas setoriais.

A proposta da Comissão Europeia, apresentada a 2 de maio de 2018, ascende a 1 134 583 milhões de EUR (a preços de 2018) em dotações para autorizações, ou 1,11 % do RNB (Rendimento Nacional Bruto) da UE-27. Combina novos instrumentos com programas já existentes, visando concretizar as prioridades da União Europeia e superar os novos desafios.

Face ao período anterior, nesta proposta estão previstos aumentos do orçamento para o controlo das fronteiras, a defesa, as migrações, a segurança interna e externa, a cooperação para o desenvolvimento e a investigação. Para a política de coesão e a política agrícola comum estão previstas reduções. A proposta prevê ainda a criação de instrumentos no âmbito da União Económica e Monetária, designadamente a criação de um instrumento de apoio às reformas estruturais.

O quadro proposto é mais transparente, sendo a estrutura do orçamento mais clara e alinhada com as prioridades da UE. Deste modo é proposta a redução em mais de um terço do número de programas, passando dos atuais 58 para 37.

Os programas serão organizados em torno das principais prioridades temáticas, correspondentes às rubricas da estrutura orçamental. O Quadro Financeiro Plurianual 2021‐2027 inclui, assim, 7 domínios prioritários:

  1. Mercado Único, Inovação e Digital;
  2. Coesão e Valores; 
  3. Recursos Naturais e Ambiente; 
  4. Migrações e Gestão de Fronteiras; 
  5. Segurança e Defesa; 
  6. Países Vizinhos e o resto do Mundo; 
  7. Administração Pública Europeia

Além disso, é ainda proposto um conjunto de instrumentos, fora dos limites máximos do QFP, para melhorar a flexibilidade do orçamento da UE, como o Instrumento de Flexibilidade (mil milhões de EUR por ano), a Reserva para Ajudas de Emergência (600 milhões de EUR por ano), o Fundo de Solidariedade da União Europeia (600 milhões de EUR por ano), o Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização (200 milhões de EUR por ano) e o Mecanismo Europeu de Apoio à Paz. O Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED) será integrado no Instrumento para a Vizinhança, Desenvolvimento e Cooperação Internacional.

O Conselho Europeu de junho fixou o objetivo de obtenção de acordo sobre o Quadro Financeiro Plurianual até ao final de 2019.

Dossier

Os documentos, legislativos, mais relevantes do Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027.

Rapariga a segurar pasta com as estrelas da UE

Estudos, relatórios, comunicações e outros documentos relevantes, do Quadro de Financiamento Plurianual 2021-2027.

FAQ perguntas

Conheça a resposta a algumas das perguntas mais frequentes sobre os programas de financiamento do novo quadro financeiro para 2021-2027.