Aliança Circular para os Plásticos

Plataforma multilateral, de adesão voluntária, que reúne as principais partes interessadas do setor de toda a cadeia de valor dos plásticos reciclados. 

Garrafas de plástico vazias

A Aliança Circular para os Plásticos é uma plataforma multilateral que reúne as principais partes interessadas do setor em toda a cadeia de valor dos plásticos – produção, transformação, retalho, recolha, reciclagem e marcas de produtos – com destaque principal para os setores das embalagens, da construção e do automóvel.

A Aliança surge na sequência da Estratégia Europeia para os Plásticos de 2018, em especial, no âmbito do anexo III, em que a Comissão Europeia  convida  as “partes interessadas a apresentarem compromissos voluntários para aumentar a aceitação de plásticos reciclados” com o “objetivo de garantir que, até 2025, são incorporadas dez milhões de toneladas de plásticos reciclados em novos produtos no mercado da UE.”

Em setembro de 2021, a  Aliança avançou com uma medida importante para impulsionar o mercado dos plásticos reciclados da UE e garantir que, até 2025, pelo menos 10 milhões de toneladas sejam recicladas. Serão envidados esforços para assegurar a reciclabilidade de 26 produtos de plástico em embalagens, na construção, na agricultura e nos eletrodomésticos que representam mais de 60 % dos resíduos de plástico recolhidos na Europa.

No seu comunicado de imprensa a Comissão saudou a iniciativa e fez um balanço positivo das medidas tomadas pela Aliança, o  que permitiu, desde 2018, aumentar cerca de 30% a produção europeia de plásticos reciclados.

Atualmente, a Aliança Circular para os Plásticos engloba quase 300 organizações, entre as quais várias portuguesas, dos setores industrial, académico e público de toda a cadeia de valor dos plásticos reciclados.

Conheça: