Fundo de Garantia Pan-Europeu

Para apoiar as empresas europeias em dificuldade sobretudo as PME

2020-2021 | 25 mil milhões de euros

Fundo de garantia pan-europeu

O que é?

O Banco Europeu de Investimento (BEI) aprovou em abril de 2020 a criação de um fundo de garantia pan-europeu, dotado de 25 mil milhões de euros, que permitirá mobilizar até 200 mil milhões de euros suplementares de financiamento para empresas em dificuldades devido à COVID-19, com enfoque nas de pequena e média dimensão (PME) em toda a UE.

Vídeo - "O Fundo de Garantia Europeu" | Banco Europeu de Investimento (13 de outubro de 2020)

Objetivo

Estimular investimentos na Europa que precisa de uma resposta pan-europeia ambiciosa à pandemia.  

Destinatários

Pequenas e Médias Empresas (PME) da UE que enfrentam problemas devido à recessão económica.

Contexto

Numa altura de crise gerada pela pandemia da COVID-19, o BEI decidiu, em reunião extraordinária do Conselho de Administração, apoiar a criação deste fundo de garantia europeu que prevê a contribuição dos 27 Estados-Membros da UE, estando também aberto a contribuições de terceiros.

Esta iniciativa do Grupo BEI (constituído pelo Banco Europeu de Investimento - BEI e pelo Fundo Europeu de Investimento - FEI, a filial do grupo dedicada ao financiamento das PME) visou, segundo o BEI, ser um “escudo protetor para as empresas europeias que enfrentam problemas de liquidez”. 

Após uma maratona negocial, o Eurogrupo aprovou, também, um pacote de apoio de "dimensões sem precedentes” para fazer face à crise provocada pela pandemia da COVID-19, que inclui “redes de segurança” para trabalhadores, empresas e Estados-Membros, ascendendo a 500 mil milhões de euros.