Mês Europeu da Diversidade

Pela primeira vez assinalado em maio de 2020

Celebra os esforços das organizações para ajudar a criar ambientes equitativos e inclusivos em prol de todos

Mês Europeu da Diversidade

Origem

O mês de maio assinala o Mês Europeu da Diversidade na UE, apelando a que empresas e organizações de toda a Europa unam esforços com a Comissão Europeia, de modo a evidenciar a importância da diversidade e da inclusão no local de trabalho e na sociedade através da organização de eventos e atividades ao longo deste mês.

Esta iniciativa faz parte do compromisso da Comissão Europeia de combater a discriminação e promover locais de trabalho diversificados e inclusivos, tendo sido assinalada, pela primeira vez, em maio de 2020, no âmbito do 10.º aniversário da Plataforma das Cartas da Diversidade da UE, como forma de celebrar o empenho das organizações para ajudar a criar ambientes equitativos e inclusivos em benefício de todos.

Tema

Para 2022, o tema selecionado foi «Construir pontes», nomeadamente através de parcerias, em matéria de inclusão e diversidade (raça, género, idade, etc), com Organizações Não Governamentais (ONG), instituições governamentais, outras empresas ou a sociedade civil, certificando que as suas políticas e atividades são mais intersetoriais.

O papel das Cartas da Diversidade da UE

As cartas europeias da diversidade ajudam as organizações dos setores público e privado da UE a conceberem e aplicarem políticas eficazes em matéria de diversidade e inclusão. Ao assinarem a carta, as organizações assumem o compromisso público de promover a diversidade e a inclusão no local de trabalho.

São organizadas ao nível nacional, existindo uma carta por país, tendo, no seu todo, mais de 12 800 signatários (organizações privadas e públicas, ONG, sindicatos) com 16 milhões de trabalhadores abrangidos. Estas cartas são integradas na Plataforma das Cartas da Diversidade da UE para promover o intercâmbio de boas práticas e obter inspiração em políticas de sucesso levadas a cabo noutro país da UE.

O papel destas cartas nacionais no Mês Europeu da Diversidade consiste no seu apoio ativo, ajudando a Comissão Europeia a construir o conceito e a organizar os seus próprios eventos e atividades durante o mês de maio. Tal garante que a diversidade e a inclusão sejam promovidas ao nível nacional e regional e não apenas pela Comissão Europeia.

Atividades na UE em prol da diversidade

A UE está a financiar iniciativas para promover a diversidade e a inclusão e combater as desigualdades e a discriminação, nomeadamente entre os ciganos. Dotado de um montante de 1,55 mil milhões de euros no período 2021-2027, o Programa Cidadãos, Igualdade, Direitos e Valores (CIDV) constitui o maior veículo de financiamento da UE para promover os direitos e os valores na UE.

Faça aqui a pesquisa de atividades e eventos organizados, em toda a UE, relacionados com o Mês Europeu da Diversidade.