Portugal entre Patrimónios

Co-Laborar

Sustentabilidade Cultural é um processo de desenvolvimento que integra todos os tipos ativos culturais e garante as condições indispensáveis à sua contínua regeneração. Estes processos, tal como os processos ambientais, económicos e sociais, devem também ser considerados como componente estrutural e transversal do modelo de desenvolvimento contemporâneo.

Portugal entre Patrimónios

Enquadramento

O Portugal entre Patrimónios é um projeto desenvolvido por uma rede nacional de mediação cultural e de desenvolvimento de experiências que combinam, a diferentes escalas, arte, sociedade, território e competências sociais.

Promove:

  • A Cultura Colaborativa;
  • A Partilha de experiências;
  • A interação entre parceiros.

Através de um compromisso voluntário, reune profissionais envolvidos em projetos dentro dos universos da cultura, do património, e do desenvolvimento na contemporaneidade.

Fomenta o diálogo entre as pessoas, aproveitando a inteligência individual e coletiva para abordar questões atuais.

Objetivos

De acordo com o desafio do Ano Europeu do Património Cultural 2018 e com a proposta da Agenda 2030 da ONU para o desenvolvimento sustentável (um plano de ação centrado nas pessoas, no planeta, na prosperidade, na paz e nas parcerias), os objetivos do projeto são:

  • CRIAR, através de um espaço aberto de aproximação à arte e ao património, a possibilidade de pensar e de fazer com os outros;
  • REVELAR o património e a criação artística como sinónimos de futuro nos processos de mudança dos territórios;
  • COMBATER a fragmentação social, estimular e favorecer processos compartilhados entre instituições, profissionais, indivíduos singulares, públicos e comunidades;
  • QUESTIONAR a complexidade da sociedade contemporânea a partir da compreensão, do questionamento e das diversas abordagens ao património material e imaterial;
  • PROMOVER o Turismo Cultural Sustentável.

Projeto

Tendo como focos temáticos: a contemporaneidade artística e o turismo cultural sustentável, pretende-se em cada reunião, promover o conhecimento e a partilha de experiências entre pares e o desenvolvimento de diferentes eixos de atividade.

Ciclo Co-Laborar – 7 temas, 7 encontros, 7 datas, 7 locais

Sete encontros para captar tendências de evolução, reforçar o desenvolvimento de contactos e parcerias profissionais, promover a aprendizagem informal e incentivar o turismo cultural sustentável.

Eventos realizados:

1# A Atenção1# A ATENÇÃO  - o primeiro encontro realizou-se a 30 de outubro de  2018 em Lisboa.

José Manuel dos Santos relevou a importância da "A Atenção", novo fator de produção e de criação de valor. 

Este foi o primeiro de 7 temas, 7 encontros, 7 datas e 7 locais do Ciclo Co-Laborar – think tanks, networking – 2018-2020 do projeto [Portugal entre Patrimónios] foi o ponto de partida para o envolvimento coletivo dos parceiros, possibilitou o cruzamento de experiências entre todos.

2# Geografia e Utopia2# GEOGRAFIA e UTOPIA - o segundo encontro realizou-se no dia 25 de fevereiro de 2019 no Porto 

Participaram neste 2.º encontro Álvaro Domingues, geógrafo atento à metamorfose recente da sociedade e do território portugueses, e Fátima Vieira, especialista na área dos estudos sobre a Utopia, ambos professores da Universidade do Porto. Numa dinâmica descentralizada colaborativa, discutiu-se a realidade, o ideal e o possível.

3# Arte e Criação3# ARTE e CRIAÇÃO  - ocorreu no dia 15 de maio em Loulé. 

 A Câmara Municipal de Loulé/Loulé Criativo que possibilitou o encontro com o artista visual Xana.

4# Colaboração e Governação integrada4# COLABORAÇÃO e GOVERNAÇÃO INTEGRADA - o 4º encontro realizou-se no dia 2 de julho 2019 em Évora. 

Esteve presente Hélder Guerreiro, especialista em Economia Regional e Desenvolvimento Local. Foram apresentados 4 casos apresentados por parceiros [Portugal entre Patrimónios]: Mesa da Ajudada – residência artística; Lab Cívico da Universidade de Aveiro – Construir Comunidades; Praça das Redes; Perspetivas Holacráticas.

5# Sustentabilidade5# SUSTENTABILIDADE -  30 de outubro de 2019, Matosinhos. 

O quinto evento decorreu no âmbito da 1.ª edição da Porto Design Biennale. 

Contou com a participação do investigador e curador José Bártolo e da bióloga Maria Adelaide Ferreira.

Próximas iniciativas:

6# MARKETING SOCIAL E MUDANÇA  - janeiro 2020, Coimbra

7# PATRIMÓNIO INTERGERACIONAL - maio 2020, Lisboa

Parceiros

Contactos

lsaldanha@mnac.dgpc.pt

Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado
Rua Serpa Pinto, 4
1200-444 Lisboa