Adesão às Comunidades Europeias de Espanha e de Portugal (35.º Aniversário)

Tornaram-se Estados-Membros a 1 de janeiro de 1986
Fotografias das cerimónias de adesão de Portugal e Espanha à CEE.

A 1 de janeiro de 1986, Espanha e Portugal passaram à condição de Estados-Membros das antigas Comunidades Europeias. Como tal, ficaram vinculados aos seus princípios, objetivos e ordem jurídica.

Os dois países assinaram o Tratado de Adesão a 12 de junho de 1985. Este foi o terceiro alargamento.


Imagem (da esquerda para a direita):

  • Delegação espanhola | Fernando Morán López (Ministro dos Negócios Estrangeiros de Espanha), Felipe González Márquez (Primeiro-ministro da Espanha) na mesa de assinaturas, à esquerda e à direita. Gabriel Ferrán de Alfaro (Representante Permanente de Espanha junto à CEE) Manuel Marín (Secretário de Estado da Espanha responsável pelo Relações com as Comunidades Europeias), em segundo e terceiro lugares, a contar da esquerda, respetivamente.

  • Delegação portuguesa | À esquerda, Mário Soares (Primeiro-ministro de Portugal), Rui Machete (Vice-primeiro-ministro de Portugal), e à direita Jaime Gama (Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal).

Fonte: União Europeia/Christian Lambiotte (adaptado)


Assinatura do Tratado de Adesão de Espanha às CE: chegada dos participantes e assinatura do tratado 

 

Assinatura do Tratado de Adesão de Portugal às CE: chegada dos participantes e assinatura do tratado

Fonte: União Europeias