Adesão à União Europeia da Chéquia, do Chipre, da Eslováquia, da Eslovénia, da Estónia, da Hungria, da Letónia, da Lituânia, de Malta e da Polónia (18.º Aniversário)

Assinatura em Atenas, a 16 de abril 2003
Foto de grupo na cerimónia do tratado de adesão da Chéquia, da Chipre, da Eslováquia, da Eslovénia, da Estónia, da Hungria, da Letónia, da Lituânia, de Malta e da Polónia.

O Tratado de Adesão à União Europeia da Chéquia, do Chipre, da Eslováquia, da Eslovénia, da Estónia, da Hungria, da Letónia, da Lituânia, de Malta e da Polónia foi assinado a 16 de abril de 2003. A cerimónia de assinatura decorreu na Estoa de Atálo, na antiga Ágora, que situa na capital da Grécia, Atenas.

Este foi o quinto alargamento da União Europeia e o maior até à data.

Os 10 estados signatários passaram à condição de Estado-Membro a 1 de maio de 2004.


Imagem (da esquerda para a direita):

1ª fila | Romano Prodi, Presidente da Comissão Europeia; Guido de Marco, Presidente de Malta; Rolandas Paksas, Presidente da Lituânia; Tassos Papadopoulos, Presidente do Chipre; Václav Klaus, Presidente da Chéquia; Tarja Halonen, Presidente da Finlândia; Constantin Simitis, primeiro-ministro grego e presidente em exercício do Conselho;Jacques Chirac, Presidente da República Francesa; Arnold Rüütel, Presidente da Estónia; Vaire Vike-Freiberga, Presidente da Letónia; Janez Drnovšek, Presidente da Eslovénia; Aleksander Kwaśniewski, Presidente da Polónia; Rudolf Schuster, presidente da Eslováquia; Pat Cox, Presidente do Parlamento Europeu; Javier Solana, Secretário-Geral do Conselho da UE e Alto Representante para a Política Externa e de Segurança Comum.

2ª fila | Göran Persson, Primeiro-ministro sueco; Jean-Pierre Raffarin, Primeiro-ministro francês; José Manuel Barroso, Primeiro-ministro português; Gerhard Schröder, Chanceler Federal alemão; Paavo Tapio Lipponen, Primeiro-ministro finlandês; Wolfgang Schüssel, Chanceler Federal austríaco; Jan Peter Balkenende, Primeiro-ministro dos Países Baixos; Bertie Ahern, Primeiro-ministro irlandês; Silvio Berlusconi, Primeiro-ministro italiano; Vladimír Spidla, Primeiro-ministro checo; Jean-Claude Juncker, Primeiro-ministro luxemburguês; Einars Repše, Primeiro-ministro letão; Algirdas Brazauskas, Primeiro Ministro da Lituânia; Péter Medgyessy, Primeiro-ministro húngaro; Edward Fenech Adami, Primeiro Ministro Maltês; Leszek Miller, Primeiro-ministro polaco; Anton Rop, Primeiro-ministro esloveno.

3ª fila | Georgios Iacovou, Ministro dos Negócios Estrangeiros cipriota; Lydie Polfer, Ministra dos Negócios Estrangeiros e do Comércio Externo de Luxemburgo; Benita Ferrero-Waldner, Ministra Federal austríaca dos Negócios Estrangeiros; Jaime Gama, Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal; George Papandreou, Ministro dos Negócios Estrangeiros grego; László Kovács, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Hungria; José María Aznar, Primeiro-ministro espanhol; Mikuláš Dzurinda, Primeiro-ministro eslovaco; Guy Verhofstadt, Primeiro-ministro belga; Anders Fogh Rasmussen, Primeiro-ministro dinamarquês; Franco Frattini, Ministro dos Negócios Estrangeiros italiano; Anna Lindh, Ministra dos Negócios Estrangeiros sueca; Jack Straw, Secretário de Estado Britânico para Assuntos Externos e da Comunidade; Ana Palacio Vallelersundi, Ministra dos Negócios Estrangeiros de Espanha; Sandra Kalniete, Ministra dos Negócios Estrangeiros da Letónia; Cyril Svoboda, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Chéquia; Dimitrij Rupel, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Eslovénia.

4ª fila | Kristiina Ojuland, Ministra dos Negócios Estrangeiros da Estónia; Günter Verheugen, Comissário Europeu responsável pelo Alargamento; Jaap de Hoop Schefr, Ministro dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos; Antanas Valionis, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Lituânia; Erkki Tuomioja, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Finlândia; Joschka Fischer, Ministro Federal alemão dos Negócios Estrangeiros; Joe Borg, Ministro dos Negócios Estrangeiros de Malta; António Martins da Cruz, Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal; Włodzimierz Cimoszewicz, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Polónia; Dominique de Villepin, Ministro dos Negócios Estrangeiros de França; Louis Michel, Ministro dos Negócios Estrangeiros belga; Per Stig Møller, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Dinamarca.

Fonte: União Europeia/Jan van de Vel (adaptado)


Cerimónia de assinatura do Tratado de Adesão de 10 novos Estados-Membros da UE

Audiovisual: União Europeia