Dia Internacional da Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina

Dia Internacional da Tolerância Zero à mutilação genital feminina

O Dia Internacional da Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina é celebrado anualmente no dia 6 de fevereiro. Este dia visa a erradicação da mutilação genital feminina, tratando-se de uma violação dos direitos humanos de meninas e mulheres. Este ato reflete a desigualdade profunda entre os sexos e constitui uma forma extrema de discriminação contra as mulheres, causando consequências físicas, psicológicas e sociais a longo prazo.

O dia 6 de fevereiro foi proclamado como o Dia Internacional da Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina, através da Resolução 67/146, adotada na Assembleia Geral das Nações Unidas de 20 de dezembro de 2012.

O tema referente a 2020 é "Unleashing Youth Power".

O 5º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) procura lutar pela igualdade de género, pelo fim do casamento infantil e pela erradicação desta prática que viola os direitos humanos.

Está enraizada nas desigualdades de género e nos desequilíbrios de poder (...) e, por sua vez, contribui para mantê-las, porque limita as oportunidades de mulheres e meninas de realizar seus direitos e seu pleno potencial.

António Guterres, Secretário-geral da ONU

Imagem: Sara Elgamal for UNFPA.

Documentos
Resolução 67/146 | ONU [en]
54.45 KB
Declaração conjunta antes do Dia Internacional da Tolerância Zero às Mulheres Mutilação Genital | Comissão Europeia [en]
70.14 KB