Medicina Personalizada (EP PerMed)

Parceria Europeia Cofinanciada

A parceria europeia cofinanciada EP PerMed pretende melhorar os resultados na saúde através da implementação de abordagens médicas personalizadas em benefício dos doentes, dos cidadãos e da sociedade.

444

A «Parceria Europeia Medicina Personalizada» (EP PerMed, do inglês "European Partnership for Personalised Medicine") foi estabelecida como peça-chave para fornecer medicamentos feitos à medida para as estratégias de prevenção, diagnóstico e tratamento de indivíduos ou grupos de indivíduos. 

Esta parceria irá proporcionar investimentos de escala, criar sinergias para acelerar a investigação e inovação e gerar condições adequadas à adoção da medicina personalizada, garantindo o acesso de todos os cidadãos a melhores e mais avançadas soluções de saúde. O objetivo é garantir o tratamento certo para cada pessoa no momento certo, com base na caracterização de fenótipos e genótipos individuais.

Integra o Pilar II - Desafios Globais e Competitividade Industrial Europeia do Programa Horizonte Europa e o Cluster 1 - Saúde.

Origens

O  "International Consortium for Personalised Medicine" (ICPerMed) nasceu em 2016 com o objetivo de promover e coordenar a investigação como uma força motriz para a implementação da medicina personalizada. Ao abrigo do Programa Horizonte 2020, a União Europeia financiou várias ações de coordenação e de apoio deste consórcio.

O "ERA-Net Cofund Action on Personalised Medicine", no âmbito do Horizonte 2020, visava alinhar estratégias de investigação e atividades de financiamento nacionais e regionais, no domínio da medicina personalizada. 

Parceiros UE

Comissão Europeia:

  • Direção-Geral de Investigação e Inovação (DG RTD);
  • Direção-Geral de Redes de Comunicação, Conteúdos e Tecnologias (DG CONNECT);
  • Direção-Geral da Saúde e Segurança dos Alimentos (DG-SANTE).

Participação Nacional

Embora não seja conhecida ainda a participação de entidades portuguesas nesta Parceria, Portugal encontra-se representado no ICPerMed através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA-Ministério da Saúde).

Entidade Coordenadora

O Centro Aeroespacial Alemão é uma organização de investigação alemã não governamental, sem fins lucrativos, responsável pela implementação do plano de ação nacional alemão de medicina personalizada.

A gestão de projetos é mandatada pelo Ministério Federal da Educação e Investigação alemão e pelo Ministério Federal da Saúde alemão.

Orçamento

O orçamento total da parceria está previsto no montante estimado 334 milhões de euros, dos quais 30% financiados pela União Europeia.

Objetivos

Gerais:

  • Melhorar os resultados de saúde para os cidadãos e pacientes europeus;
  • Alcançar cuidados de saúde otimizados e sustentáveis;
  • Colocar a Europa na vanguarda da investigação e da inovação, em colaboração com a parceiros.

Específicos:

  • Acelerar a adoção de abordagens de medicina personalizada inovadoras nos sistemas de saúde;
  • Promover a adoção dos resultados da investigação básica em medicina personalizada na prática clínica e no mercado;
  • Promover modelos de negócio/transferência para o mercado;
  • Promover o acesso a abordagens de medicina personalizada para pacientes, cidadãos e sociedade em geral;
  • Assegurar o acesso de todos às intervenções mais avançadas baseadas em medicina personalizada, a nível europeu. Isto inclui, por exemplo, necessidades no domínio regulamentar e legislativo e aspetos económicos da saúde;
  • Medidas para atrair investimentos públicos e privados e o desenvolvimento de quadros éticos;
  • Acelerar a implementação de inovação, mecanismos de apoio financeiro para a ampliação de iniciativas-piloto e de uma carteira de investimentos para atrair investimentos públicos e privados;
  • Assegurar condições de apoio adequadas para realizar o pleno conhecimento e potencial da medicina personalizada;
  • Melhorar as competências da mão-de-obra pertinente e melhorar também a sensibilização dos cidadãos, como forma de permitir o desenvolvimento de capacidades em toda a Europa;
  • Estabelecer um sistema de I&I de medicina personalizada altamente conectado, compreendendo uma rede de centros regionais de conhecimento em medicina personalizada, em toda a Europa.

Nota: Data de início prevista para 2023.