Concurso Árvore Europeia do Ano, edição 2021

Concurso Árvore Europeia do Ano

O Concurso Árvore Europeia do Ano surgiu no ano de 2011, organizado pela Czech Environmental Partnership Foundation e inspirado no popular concurso checo Árvore do Ano. A fase europeia é uma final constituída pelos vencedores das rondas nacionais.

O lema do concurso é "Estamos à procura das árvores com as histórias mais interessantes".

Objetivos

O Concurso Árvore Europeia do Ano visa destacar a importância das árvores antigas na herança cultural e natural, sendo o foco a sua história e conexões com as pessoas.

Todos os anos, o concurso traz:

  • 200 mil pessoas mais conscientes para com a natureza;
  • cuidado e preocupação com 14 árvores;
  • 14 comunidades locais unidas por uma causa;
  • 14 países orgulhosos da sua herança natural.

Votações

As votações realizam-se no mês de fevereiro. 

Regras da Votação:

  • Cada pessoa só pode votar uma vez;
  • O votante seleciona duas árvores e confirma o voto com uma conta de e-mail válida;
  • O voto é validado através do link recebido no seu e-mail. Se não validar o voto, este será considerado nulo (verifique a sua caixa de SPAM ou Publicidade não solicitada);
  • Não são admitidos votos provenientes de contas de e-mail temporárias, robots ou outras fontes suspeitas. Este tipo de voto será anulado e descontado ao total do candidato;
  • Os votos emitidos serão verificados e validados diariamente.

Cerimónia

Os resultados serão anunciados após a cerimónia de dia 17 de março de 2021. 

Vencedores nacionais

2019 - Azinheira Secular do Monte Barbeiro, de Mértola (Alentejo), alcançou o terceiro lugar.

2018 - Sobreiro Assobiador Português de Águas de Moura, em Palmela (Setúbal), vencedor do concurso, com 26 606 votos.

 


Esta informação não dispensa a consulta do regulamento oficial. Os pedidos de informação devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto se encontra no sítio Internet do prémio.