Prémio Almirante Sarmento Rodrigues

Miniatura

O Prémio Almirante Sarmento Rodrigues, aberto a concurso na Academia de Marinha, aceita candidaturas até dia 30 de setembro de 2019.

 

Objetivo

Este Prémio destina-se a impulsionar e dinamizar a pesquisa, a investigação e o estudo da história das atividades marítimas dos Portugueses.
 

Destinatários

O Prémio destina-se a cidadãos nacionais ou estrangeiros que apresentem trabalhos originais nos domínios referidos. Consideram-se originais trabalhos inéditos ou cuja publicação tenha sido concluída no ano a que se refere o concurso ou no ano anterior.

 

Elegibilidade

  • Para serem elegíveis a concurso os trabalhos concorrentes deverão dar entrada na Academia de Marinha até às 16h30 do dia 30 de setembro de 2019.
  • Os trabalhos concorrentes deverão corresponder na extensão e sistematização ao exigido tradicionalmente para as dissertações universitárias ou prémios de outros Academias.
  • Não são admitidos a concurso obras ou trabalhos que tenham sido remunerados ou subsidiados, direta ou indiretamente, ou ainda que já tenham sido premiados pela Academia de Marinha.

 

Como participar

Os concorrentes devem entregar quatro exemplares do trabalho, dactilografado ou impresso em português, espanhol, francês ou inglês, acompanhados do seu Curriculum Vitae, podendo ser devolvidos dois exemplares ao seu autor desde que levantados até quatro meses depois do anúncio do prémio.

Os trabalhos a concurso devem ser entregues na AM.

 

Júri

O Júri tem a seguinte composição:

  • Presidente: Presidente da Academia de Marinha
  • Vogais:
    • Vice-Presidentes da Academia de Marinha;
    • Representante da Academia de Ciências de Lisboa;
    • Representante da Academia Portuguesa de História;
    • Dois membros efetivos da Academia de Marinha;
    • Secretário-Geral da Academia de Marinha que desempenhará as funções de secretário do Júri.

O Júri pode agregar especialistas nacionais ou estrangeiros para discussão dos trabalhos apresentados, mas os mesmo não poderão participar na votação final, competência exclusiva do Júri.

 

Prémio

O Prémio é constituído por um diploma e uma quantia pecuniária no valor de 5 000 EUR.

 

Vencedor 2017

O Prémio foi atribuído ao trabalho "Roteiros e rotas portuguesas do Oriente nos séculos XVI e XVII", de Jorge Semedo de Matos.

Foi atribuída também uma menção honrosa a João Moreira Freire, pelo seu trabalho "Jornal da Marinha".

 


Esta informação não dispensa a consulta do regulamento oficial. Os pedidos de informação devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto se encontra acima indicado.
Regulamento do Prémio
673.12 KB