Prémio de Jornalismo "Fernando de Sousa" 2020

Jornalismo

A 9 de maio de 2016, a Representação da Comissão Europeia em Portugal lançou o Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa». Após o sucesso das três edições já realizadas, resolve dar-lhe continuidade em 2020 e lançar a quarta edição.

Fernando Marcos Barbosa Rodrigues de Sousa (16 de Fevereiro de 1949 – 9 de Outubro de 2014) foi um jornalista português especializado em assuntos europeus. Passou pela RDP, BBC, Diário de Notícias e SIC. Foi correspondente em Londres, na Alemanha e em Bruxelas; foi um dos primeiros correspondentes portugueses, em Bruxelas. Foi o jornalista português que mais cimeiras europeias acompanhou. Foi co-apresentador de Europa XXI e Os Europeus, transmitidos na SIC Notícias. A 30 de Janeiro de 2006 foi feito Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Objetivos

O Prémio visa honrar e perpetuar o profissionalismo deste jornalista, realçando o seu contributo, de forma notável, para a clarificação das matérias europeias e para a promoção do conhecimento das instituições e políticas da União Europeia, em Portugal. É atribuído num espírito de respeito pela liberdade e pelo pluralismo da comunicação social e num contexto de melhorar a comunicação entre a UE e os cidadãos europeus.

Destinatários

Jornalistas e estudantes de cursos de jornalismo ou comunicação social. 

Categorias

O prémio será atribuído a trabalhos desenvolvidos nas áreas de imprensa escrita, rádio, televisão e Internet em três categorias:

  • "Jornalista – media nacional" 
  • "Jornalista – media regional" 
  • "Estudante"

Como participar

Os formulários de candidatura estão disponíveis no sítio Internet da Representação da Comissão Europeia em Portugal e devem ser devidamente preenchidos e enviados pelos próprios candidatos, em seu nome ou em nome das equipas que integram, ou por uma autoridade que represente o meio de comunicação em que trabalham, ou ainda por um membro do público que recomende um artigo publicado ou um programa transmitido.

Júri

O júri de seleção é constituído por:

  • Presidente: Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Colares Alves
  • Um membro do Serviço de Porta-vozes da Comissão Europeia: Daniel do Rosário
  • Três representantes da classe:
    • Sindicato dos Jornalistas: Sofia Branco
    • Casa da Imprensa: Goulart Machado
    • Clube de jornalistas: Rui Cardoso

Elegibilidade

São elegíveis para a atribuição do Prémio artigos e reportagens que:

  • Abordem questões importantes, ao nível europeu, ou promovam um melhor entendimento das instituições ou das políticas da União Europeia;
  • Tenham sido publicados ou difundidos entre 1 de janeiro de 2019 e 30 de julho de 2020;
  • Tenham sido elaborados em português;
  • Não tenham recebido outro prémio até à data de encerramento das candidaturas;
  • Para as categorias «Jornalista–Media Regional» e «Jornalista–Media Nacional»: que tenham sido publicados / difundidos num órgão de comunicação social, legalmente registado em Portugal;
  • Para a categoria «Estudante»: que tenham sido: 1) publicados / difundidos num meio de comunicação legalmente registado em Portugal; 2) num meio de comunicação ou sítio Web de uma instituição de ensino superior; ou 3) trabalhos académicos de cariz jornalístico certificados por docente universitário.

Prémio

O prémio é repartido pelas seguintes categorias:

  • Categoria jornalista – media nacional: valor pecuniário de 5 000 EUR
  • Categoria jornalista – media regional: valor pecuniário de 5 000 EUR
  • Categoria estudante: título(s) de transporte(s) no valor total de 3 000 EUR

O prémio será entregue numa cerimónia durante o ano de 2020.

Contacto

Mais informações contacte: COMM-REP-LIS-Press@ec.europa.eu


Esta informação não dispensa a consulta do anúncio e regulamento oficial. Pedidos de informação sobre este prémio devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto poderá ser acedido através do link de acesso ao sítio oficial.

Documentos

Regulamento do Prémio de Jornalismo "Fernando de Sousa", edição de 2020
2.64 MB