Prémio Imprensa Nacional/Ferreira de Castro, 2021

Prémio INCM - Ferreira de Castro 2021

A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), em parceria com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, lança a 3ª edição do Prémio Imprensa Nacional/Ferreira de Castro, dando continuidade à sua missão, enquanto editora pública, de promoção e preservação do património da língua e da cultura portuguesas.

O galardão tem uma periodicidade anual e distingue trabalhos inéditos nas áreas de Ficção e Poesia.

Objetivo

O Prémio, além de homenagear a figura incontornável e exemplar de Ferreira de Castro, pretende reforçar os vínculos de pertença à língua e cultura portuguesas, estimular a participação de portugueses residentes no estrangeiro e lusodescendentes, prestando, assim, às comunidades portuguesas dispersas pelo mundo o justo reconhecimento pelas atividades que desenvolvem nos seus países de acolhimento.

Destinatários

O concurso distingue trabalhos inéditos de ficção e poesia apresentados por portugueses e lusodescendentes residentes no estrangeiro.

Candidatura

As obras concorrentes devem ser apresentadas entre 1 de abril e 30 de maio de 2021. Os originais das obras concorrentes podem ser apresentados presencialmente ou por correio, registado com aviso de receção, no seguinte local:

  • Imprensa nacional – Casa da Moeda
  • A/C da Unidade de Edição e Cultura “Candidatura ao Prémio Imprensa Nacional/ Ferreira de Castro”
  • Rua da Escola Politécnica, nº 135
  • 1250-100 Lisboa

Prémio

O prémio consiste na edição da obra premiada, assim como uma componente pecuniária de 5 000 EUR.

Júri

O júri é composto pelo académico Carlos Reis (que o preside), pela editora-chefe da Imprensa Nacional, Paula Mendes, e pela professora universitária Fátima Marinho.

Contactos

Todas as informações adicionais relacionadas com o Prémio devem ser solicitadas através do e-mail: in.ferreiradecastro@incm.pt.

Vencedores anteriores

2020 - Trabalho em poesia A Parte pelo Todo, de Mónica Auer, portuguesa a residir na Alemanha.

2019 - Em ex- aequo, as obras Não Viajarei por Nenhuma Espanha, do lusodescendente Marcus Quiroga Pereira (1954-2020), e Uma Casa no Mundo, de Irene Marques, portuguesa a residir em Toronto (Canadá).

 


Esta informação não dispensa a consulta do regulamento oficial. Os pedidos de informação devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto se encontra acima indicado.

Documentos

Regulamento do Prémio 2021
683 KB