Prémio para as Ciências Sociais e Humanas, 2022

Prémio para as Ciências Sociais e Humanas

O Prémio para as Ciências Sociais e Humanas foi lançado pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR), em 1998, tendo distinguido estudos sobre diversas temáticas, entre as quais a aprendizagem, a saúde, a oferta turística e os direitos das Pessoas com Deficiência.

Objetivos

O Prémio tem o propósito de sensibilizar as universidades, os estudantes dos graus de ensino superior de mestrado e doutoramento e a comunidade académica, em geral, e visa a prossecução dos seguintes objetivos:

  • Incentivar os estudantes dos graus de ensino superior de mestrado e de doutoramento para a investigação e a produção de conhecimento sobre deficiência e inclusão, através da realização de trabalhos académicos, na área das ciências sociais e humanas;
  • Combater a discriminação em razão da deficiência e promover a igualdade de oportunidades e a cidadania das pessoas com deficiência;
  • Diminuir o impacto das barreiras sociais, culturais, comportamentais e físicas na inclusão e participação das pessoas com deficiência;
  • Promover os direitos consagrados na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Destinatários

Podem candidatar-se ao Prémio os autores de trabalhos realizados nas áreas das ciências sociais e humanas, nos graus de ensino superior de mestrado e doutoramento, em instituições de ensino superior público e privado, sedeadas em território nacional.

Trabalhadores do Instituto não podem concorrer ao Prémio.

Como participar

As candidaturas estão abertas de  25 de julho a 18 de outubro, através do formulário.

Requisitos dos trabalhos

Os trabalhos apresentados devem reunir cumulativamente os seguintes requisitos:

  • Terem sido realizados em contexto académico, no âmbito da conclusão do grau académico de mestrado ou doutoramento, na área das ciências sociais e humanas;
  • Terem sido concluídos no ano a que se reporta o Prémio ou no ano imediatamente anterior;
  • Encontrarem-se redigidos em português (ou traduzidos para português);
  • Terem sido já submetidos a validação académico-científica por um júri ou por um/a docente que tenha orientado o trabalho.

Critérios de atribuição

Constituem critérios de avaliação dos trabalhos candidatos:

  • Adequação aos objetivos do Prémio;
  • Desenvolvimento de processos e metodologias que facilitem o combate à discriminação das pessoas com deficiência;
  • Estratégias promotoras de uma cultura de inclusão das pessoas com deficiência;
  • Natureza inovadora do trabalho.

Júri

As candidaturas são apreciadas por um júri, composto por um representante do INR, que preside; um professor do Ensino Superior de reconhecido mérito, no domínio das ciências sociais e humanas; um representante de organismo da área do ensino superior, investigação ou inclusão; uma pessoa de reconhecido mérito na área da inclusão das pessoas com deficiência; um representante de uma organização não-governamental de pessoas com deficiência. 

Prémio

É atribuído ao vencedor um Prémio com o valor de 5.000 euros.

Podem ser atribuídas até duas Menções Honrosas, podendo ser contempladas com valor pecuniário ou não, dependendo dos acordos de parceria estabelecidos em cada edição.

Contacto

Esclarecimentos adicionais através do endereço eletrónico INR-uifd@inr.mtsss.pt.


Esta informação não dispensa a consulta do regulamento oficial. Os pedidos de informação devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto se encontra acima indicado.

Documentos

Regulamento do prémio
694 KB
Premiados de anos anteriores
544.98 KB
Júri da edição 2022
96.92 KB