Prémios de Excelência Jornalística, 2023

Prémios de Excelência Jornalística em inglês

O Prémio de Excelência Jornalística (European Press Prize) nasceu há dez anos, em Amesterdão, graças ao empenho de sete fundações europeias independentes, com o objetivo de celebrar, apoiar e proteger o jornalismo. 

Nos últimos dez anos, o Prémio recolheu quase 6.000 candidaturas e premiou projetos e jornalistas que, com as suas histórias, nos ajudaram a compreender a Europa em que vivemos, contribuindo para o reforço dos seus valores democráticos e, por vezes, conseguiram ir além das fronteiras da UE.

Objetivos

O prémio visa prestigiar e incentivar o jornalismo de qualidade, independente e crítico.

Destinatários

Jornalistas dos 47 países do Conselho da Europa e da Bielorússia.

Categorias

  • Prémio de Reportagem de Investigação – pelo esforço individual ou de equipa, que mais fez para desenterrar factos que o público, e a sociedade, têm o direito de conhecer
  • Prémio de Reportagem Distinguida – para a melhor reportagem e redação de reportagem, esclarecendo questões vitais no país e no exterior
  • Prémio do Discurso Público – para o comentador, colunista ou editor, cujo trabalho tenha causado impacto decisivo
  • Prémio Inovação – pela ideia de apresentação, técnica ou técnica editorial, que tenha contribuído claramente para o futuro do jornalismo

O Prémio Especial, instituído a partir de 2013, vai para a excelência em edição ou qualquer outra disciplina, incluindo reportagem, redação e advocacia. 

Como participar

Os candidatos devem preencher um formulário de candidatura. A data de publicação dos artigos é a partir de 1 de outubro até 22 de dezembro de 2022.

A candidatura deve estar acompanhada de um resumo do projeto, em língua inglesa, onde deve estar explicado o tema do(s) artigo(s). O texto completo deverá ser enviado num documento Word ou PDF.

Prémio

Os vencedores serão anunciados na cerimónia anual do Prémio, que ocorre normalmente em maio ou junho de cada ano. Todos os nomeados serão convidados a participar na cerimónia. 

Cada um dos prémios europeus de jornalismo tem um valor monetário de 10.000 euros.

Contacto

Para mais informações, contacte através do e-mail: info@europeanpressprize.com.

Laureados nacionais

2018 - Catarina Gomes é jornalista há quase 20 anos e trabalhando para o jornal Público. Publicou o primeiro livro, em 2014, «Pai, tiveste medo?». Foi selecionada para com o artigo «500 anos depois os Habibs procuram uma casa em Portugal».

2016 - Hugo Franco, repórter do jornal Expresso, desde 2006. Especialista em crime e terrorismo, venceu com a reportagem «Matar e Morrer por Alá – Cinco Membros Portugueses do Estado Islâmico».


Esta informação não dispensa a consulta do anúncio e regulamento oficial. Pedidos de informação sobre este prémio devem ser dirigidos à respetiva entidade, cujo contacto poderá ser acedido através do regulamento.