Tecnologias Digitais Essenciais (KDT)

Empresa Comum
ECSEL

Destaque

Concursos 2022 
Key Digital Technologies Joint Undertaking

Key Digital Technologies: financiamento na área de Sistemas e Componentes Eletrónicos 
Agência Nacional de Inovação


O que é?

A Empresa Comum das Tecnologias Digitais Essenciais (KDT JU) - sucessora da ECSEL JU - é uma Empresa Comum impulsionada pela União Europeia, financiando a inovação em componentes e sistemas eletrónicos.

A KDT JU financia projetos de investigação, desenvolvimento e inovação em componentes e sistemas eletrónicos envolvendo financiamentos da UE, Estados-Membros e outros países e demais participantes. Financia projetos para assegurar uma especialização tecnológica de nível mundial nestas tecnologias essenciais para a liderança competitiva da Europa na Economia Digital. 

Parceria 

Os membros da Empresa Comum das Tecnologias Digitais Fundamentais são:

Setor público:

  • a União Europeia (representada pela Comissão Europeia);
  • os Estados-Membros;
  • os países associados ao Horizonte Europa numa base (Israel, Noruega, Turquia, Suíça e Islândia);

Setor privado:

  • AENEAS é uma Associação Industrial que promove o I&D em componentes e sistemas eletrónicos para reforçar a competitividade europeia;
  • A associação industrial INSIDE é a associação de agentes de Sistemas Inteligentes Europeus;
  • EPoSS - Plataforma Tecnológica Europeia sobre Integração de Sistemas Inteligentes, é uma iniciativa política orientada para a indústria, definindo as necessidades e requisitos de I&D e inovação, relacionados com a Integração de Sistemas Inteligentes e Sistemas Micro e Nano.

Orçamento

Em termos de financiamento, a KDT JU recebe até 1,8 mil milhões de euros da UE.

Os Estados-Membros, a título próprio, contribuem com 1,8 mil milhões de euros. A estes, juntam-se Estados terceiros como sejam a Islândia, Israel, Noruega, Suíça e Turquia. Outros Estados poderão aderir durante a existência da Empresa Comum.

O financiamento total deverá atingir mais de 7 mil milhões de euros, o que representa um contributo dos membros do setor privado de cerca de 3,4 mil milhões de euros.

Estratégia

Sustentação do sistema empresarial: os componentes e sistemas eletrónicos sustentam os principais setores económicos. A necessidade de desenvolver estas tecnologias na Europa, levou à criação de uma iniciativa estratégica europeia para atividades de investigação e inovação, coordenadas e competitivas. 

Vanguarda e Competitividade: através de um apoio financeiro estruturado e coordenado a nível europeu, a investigação e a indústria europeias serão ajudadas a manter os seus atuais pontos fortes num contexto internacional altamente competitivo.

Lacunas em Tecnologias Críticas: o financiamento destinado a colmatar a lacuna em tecnologias críticas é essencial para uma transformação digital na Europa que reflita os valores fundamentais da UE, incluindo a privacidade e a confiança, a segurança e a proteção.

Abertura e flexibilidade: as partes interessadas, incluindo as PME, são integradas em áreas tecnológicas emergentes ou adjacentes, ou em ambas. 

Objetivos

  • Reforçar a autonomia estratégica da UE em componentes e sistemas eletrónicos
  • Estabelecer a excelência científica e a liderança em inovação da UE em componentes e tecnologias de sistemas emergentes
  • Assegurar que os componentes e as tecnologias de sistemas respondem aos desafios ambientais da Europa
  • Apoiar a investigação e desenvolvimento para produzir na Europa componentes em áreas estratégicas
  • Promover um ecossistema dinâmico a nível da UE baseado em cadeias de valor digitais 
  • Apoiar a investigação e o desenvolvimento de tecnologias e componentes que garantam segurança, confiança e eficiência energética para infraestruturas e setores críticos na Europa
  • Mobilizar recursos nacionais e assegurar a coordenação dos programas de investigação e inovação dos Estados-Membros, no domínio dos componentes e sistemas eletrónicos
  • Estabelecer a coerência entre a agenda estratégica da Empresa Comum e as políticas da União, para que as componentes eletrónicas e as tecnologias de sistemas contribuam eficazmente para os objetivos de desenvolvimento da UE