Migração - Operação Triton 2015
A UE e os Fluxos Migratórios

Destaques

+ Destaques

Os fluxos migratórios são acontecimentos milenares, que têm e tiveram muita influência no decurso da história da humanidade. Apesar de não ser uma novidade, a migração assume um papel constantemente catalisador de mudanças estruturais, económicas e sociais, mas é também uma consequência destas mesmas mudanças. Assim, nesta ‘era da migração’ em que vivemos, devido à intensa diversificação e crescimento que a migração internacional tem experienciado nas últimas três décadas, é normal experienciarmos mudanças. 

As razões que levam alguém a emigrar e a abandonar o seu país de origem são diversas, desde querer obter melhores condições financeiras a fugir de um cenário de guerra. Apesar de o ato de migrar ser um ato individual, quando feito em grande escala é considerado também um fenómeno global, com benefícios para o país de acolhimento. Por exemplo, a nível demográfico, sem imigração, a população da União Europeia (UE) teria diminuído em meio milhão em 2019. Apesar da falta de consenso a nível europeu, isto significa que a imigração é cada vez mais essencial para combater a escassez de mão-de-obra e o envelhecimento da população europeia, para além de que gera um diálogo social e cultural muito enriquecedor. 

Dentro da UE e do Espaço Schengen, onde existe livre circulação, as diferentes perspetivas nacionais sobre como lidar com a imigração e com a manutenção das fronteiras externas, tornam a partilha de soberania um assunto extremamente delicado. Com a grande vaga de migração em direção à Europa a partir de 2012, a Europa viu-se obrigada a reagir ao «desafio migratório mais grave desde o fim da Segunda Guerra Mundial». Desafio este que veio expor as insuficiências do sistema europeu de asilo, como o Parlamento Europeu defende, e veio exacerbar a necessidade de uma política migratória comunitária onde trabalhar em conjunto é fundamental. No sentido de melhorar e assegurar uma boa e justa gestão da migração, tornando a Europa num lugar de proteção, os Estados-Membros da UE estão assim a «intensificar esforços para criar uma política europeia de migração que seja eficaz, humanitária e segura». 

Fontes:
A migração na Europa | Parlamento Europeu
Política de migração da UE | Conselho da União Europeia
Estatísticas sobre os fluxos migratórios para a Europa | Comissão Europeia
Fotografia de vários migrantes a desembarcarem num porto.

Pequeno resumo sobre a emigração e imigração no continente europeu.

Ajuda migrantes

Exploração das principais rotas de imigração formadas para entrada na Europa.

Políticas de Imigração, de Asilo e de Integração desenvolvidas e implementadas pela UE.

Bandeira de Portugal ao vento1

Números sobre as migrações de e para Portugal.

Bandeira Portugal UE

Instituições europeias e nacionais que são responsáveis pela gestão migratória.

Legislação dos Fundos Estruturais

Diretivas e regulamentos publicados pela UE para a gestão das migrações.

Ampulheta azul, areia

Datas dos principais momento na evolução da política migratória da UE.

Letras, glossário

Principais termos utilizados na abordagem à questão migratória na UE.

Instrumento de Apoio Financeiro à Gestão das Fronteiras e à Política de Vistos

Planos de aula, livros, vídeos, etc.

Guindastes de construção com o símbolo do euro no cimo.

Fundos da UE para a Migração, Asilo e Gestão de Fronteiras.

Informação

Ligações para as principais instituições europeias e nacionais que lidam com a migração.